Emoção e ansiedade marcam retomada do Moinho In Concert presencial

Emoção e ansiedade marcam retomada do Moinho In Concert presencial

Espetáculo será encenado de quinta (9) a sábado (11), no Moinho Cultural, em Corumbá

A partir de quinta-feira (9), participantes, bailarinos e músicos do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano voltam a subir ao palco, diante do público, para apresentar o espetáculo de conclusão das atividades de 2021: o Moinho In Concert – O Outro Quebra-Nozes. Por enquanto, além de muito ensaio, a emoção de encarar o público direto do palco e também a ansiedade para ver tudo acontecer são dois sentimentos sempre presentes entre os artistas.

Ao todo, serão três apresentações, todas presenciais. Mas, devido à pandemia, as encenações serão fechadas, apenas para familiares dos participantes, além de convidados. A boa notícia é que, depois, todos vão poder acompanhar a história. A TV Morena (Afiliada Globo) vai transmitir o espetáculo, na íntegra, na programação de fim de ano e depois ficará disponível no canal do YouTube – Moinho Cultural Oficial.

O Moinho In Concert – O Outro Quebra-Nozes é realizado pelo Moinho Cultural, com o Ministério do Turismo e o Governo de Mato Grosso do Sul, por meio do Fundo de Investimentos Culturais (FIC).

O papel principal do espetáculo, O Outro Quebra-nozes, ficará a cargo de Rafaelly Andrade Campos, de 13 anos. “O espetáculo é surpreendente e vai deixar muita gente com o coração a mil. Vai ser um grande espetáculo. Espero que todos aproveitem. Estou me esforçando muito para conseguir fazer tudo o que precisa ser feito com perfeição”, contou.

Quem também está ansiosa pela apresentação é Ana Clara Vernochi Rosa, de 11 anos. “Estou nervosa com tudo isso, mas acho que vou conseguir fazer tudo sair muito bem. O tema é muito legal. Já tinha ouvido uma história, mas nunca tinha visto o filme. Os ensaios estão sendo muito legais”, relembrou a pequena artista.

Para Daniel Castilho, a possibilidade de fazer parte do espetáculo aumenta a responsabilidade. “Estou gostando muito de retomar o Moinho e ainda mais começar com esse espetáculo. Precisa de muito esforço, porque muitas pessoas não vão participar. Se vou participar, tenho que me esforçar bastante. Tenho expectativa que seja algo incrível como nos anos anteriores”, adianta Daniel.

O Outro Quebra-Nozes é feito por 91 participantes da dança do Moinho Cultural e mais 9 bailarinos da Cia de Dança do Pantanal, bem como 31 participantes da música e 23 músicos da Orquestra de Câmara do Pantanal (Ocamp). Além disso, o espetáculo envolve pelo menos mais 50 pessoas do corpo técnico, operacional e administrativo.

O espetáculo tem direção artística de Márcia Rolon. A concepção e arranjo musical é do maestro Eduardo Martinelli, enquanto a concepção e adaptação da história original ficou a cargo de Rolando Candia e Márcia Rolon. A parte coreográfica foi concebida e adaptada por Rolando Candia, Mayda Riveiro, Rudy Candia e Wellington Júlio.

O Instituto Cultural Vale é o patrocinador master do Moinho Cultural. A instituição também tem patrocínio do Itaú, Visa, Brinks, BTG Pactual e Comper. Os parceiros são J.Macêdo, Fecomércio MS, Sesc e Itaú Social. A Prefeitura de Corumbá, Prefeitura de Ladário, Prefeitura de Puerto Suárez, Prefeitura de Puerto Quijarro, Instituto Homem Pantaneiro, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Instituto Federal de Mato Grosso do Sul e Acaia Pantanal são os parceiros institucionais.

Fonte: https://www.agorams.com.br/emocao-e-ansiedade-marcam-retomada-do-moinho-in-concert-presencial/

Deixe uma resposta