Notícias

Moinho In Concert emociona com história de imigrante e revive em espetáculo parte da história de Corumbá

A trajetória do arquiteto que se funde com a história das primeiras fundações corumbaense foi representada com base no livro escrito pelo neto de Martino, que junto com outros familiares também marcaram presença no espetáculo.

 

Corumbá (MS)- A realização do espetáculo Moinho In Concert na noite desta quarta-feira (12), emocionou a plateia que lotou o ginásio poliesportivo Lucílio de Medeiros para acompanhar a história do imigrante italiano Martino Santaluce.

A trajetória do arquiteto que se funde com a história das primeiras fundações corumbaenses foi representada com base no livro escrito pelo neto de Martino, que junto com outros familiares também marcaram presença no espetáculo.

Mais de 360 alunos subiram ao palco para contar a história, desde a vinda de Martino ao Brasil, suas passagens pela Argentina, a busca pela prata em Coxim, a chegada em Corumbá onde trabalhou na construção de diversas obras que influenciaram a arquitetura e se perduram até os dias de hoje nas ruas do maior município pantaneiro.

A cidade que proporcionou o sucesso profissional a Martino também foi palco de uma grande história de amor. Foi em Corumbá que o imigrante conheceu Lucrécia, sua esposa com quem teve nove filhos.

Cumprindo uma promessa feita à sua mãe, Martino retornou para Itália com a família, mas voltou para Corumbá após saber que seu irmão teria sido preso, por envolvimento em uma briga.

E foi aqui em Corumbá, que Martino Santaluce teve sua vida ceifada precocemente durante uma emboscada armada pelos desafetos do irmão, aos 49 anos de idade.

Orquestra com 60 componentes foram responsáveis pela trilha sonora do Espetáculo

A trágica morte colocou fim a sua vida e a uma história de amor que vivenciava ao lado da esposa e filhos, mas não a uma trajetória de sucesso profissional e reconhecimento por grandes feitos que beneficiaram tanto a população daquela época, como a primeira capitação de água junto ao rio Paraguai e a construção da primeira casa de banho da cidade que até então, desconhecia serviços de saneamento básico.

Hoje a história pode ser vivenciada pelas ruas da cidade de Corumbá, nas construções tombadas como patrimônio histórico e sua influência em toda arquitetura.

Os 60 integrantes da orquestra do Moinho Cultural foram os responsáveis pela trilha sonora que reforçaram o clima de nostalgia e marcaram a identidade de um espetáculo rico em detalhes.

Espetáculo contou a trajetória do imigrante arquiteto Martino Santaluce

Família

Familiares do homenageado prestigiaram o espetáculo

 

 

 

 

 

 

O neto e autor do livro que norteou a construção do espetáculo do Moinho In Concert, Martim Affonso Santa lucci, acompanhou emocionado a história de seu avô e se disse orgulhoso e impressionado pela forma com que a história foi apresentada no palco.

“O sentimento que nós temos é de agradecimento à cidade de Corumbá que soube reconhecer o seu trabalho e onde ele deixou gravado em pedra e bronze a sua capacidade de construir e seu amor pela terra de Corumbá”, disse.

A fidelidade à história contada no livro também impressionou o neto do homenageado.

“Foi fiel e foi emocionante. A forma com que a história se passou no palco, é comovente de se ver como através da música e da dança esses artistas conseguiram representar com tantos detalhes essa história”, concluiu.

Ano difícil, mas de conquistas

Márcila Rolon diretora executiva do Instituto Moinho Cultural

Para diretora executiva do Instituto Moinho Cultural, a apresentação do espetáculo é resultado de um ano marcado pelas dificuldades, mas principalmente pelas conquistas alcançadas pelo Instituto.

 

“Um ano difícil onde a gente consegue ser reconhecido, onde conseguimos um patrocínio, onde conseguimos lançar a orquestra de Câmara do Pantanal, conquistar prêmios com a Companhia de Dança, então, dentro de um ano difícil nós conseguirmos renovar o patrocínio com a Vale que é fundamental, era obrigação nossa fazer um espetáculo como esse, à altura do que nós conquistamos esse ano. Pra gente foi um ano difícil, mas principalmente, conseguimos conquistas, e essa, é a melhor maneira de agradecimento a Corumbá e a todos nossos parceiros”, disse Márcia Rolon, aniversariante do dia.

Fonte: https://folhams.com.br/corumba/moinho-in-concert-emociona-com-historia-de-imigrante-e-revive-em-espetaculo-parte-da-historia-de-corumba/73053/

Instituto Moinho Cultural - 2015